terça-feira, 22 de novembro de 2011

No trânsito

Em 3 semanas a andar por um dos percursos mais citadinos e movimentados da cidade (em mais de 3 anos apenas usei a SCUT, por isso sempre apanhei um trânsito muito fluído e descomplicado), concluo que as mulheres não são capazes de ceder passagem, pelo menos a outra mulher! Salvo raras, mesmo raríssimas excepções (ou se vou distraída) se há coisa que me deixa bem disposta, como se tivesse feito a boa acção do dia é permitir a passagem de outros condutores mesmo que a prioridade seja minha!

Ah nota: Pior que isso só mesmo o facto de não "agradecerem" a cedência de passagem através dos sinais que tão bem conhecemos... sejam homens ou mulheres, é coisa que me enerva!!!

4 comentários:

  1. Concordo contigo. Todos os dias enfrento uma fila enorme... e fico ursa quando cedo passagem e nem sequer agradecem.

    ResponderEliminar
  2. Haha! Eu também fico toda contente quando faço o meu sinalinho com a mão do vá-anda-lá-podes meter-te-à-estrada-que-eu-sou-muita-fixe :P E depois se não me agradecem, seja com a mão ou os quatro piscas, sei de uns quantos nomes giros que lhes chamo, que agora não vou dizer aqui... Nunca reparei nisso das mulheres, mas vou estar atenta e ver se se confirma isso também na minha zona:P

    ResponderEliminar
  3. Dreia, concordo contigo e nota-se muito essa falta de civismo entre mulheres, vai-se lá saber porquê, até parece que andamos a disputar alguma coisa... No entanto também os homens não escapam, mas noto que os homens de mais idade são menos simpáticos... Detesto supressões de vias, carros mal estacionados e afins devido a esse tipo de constrangimentos.

    ResponderEliminar
  4. AH AH, tocaste no meu ponto fraco! Sempre que possível cedo passagem, desde que não se armem, DETESTO quando nem sequer agradecem. No entanto, às vezes apanho uns agradecimentos com uns piscas ou assim e dá-me vontade de ir lá e dar uma medalha de bom comportamento ao condutor :)

    ResponderEliminar

Lilypie Premature Baby tickers