sexta-feira, 30 de março de 2012

2. Mãe/Pai

Amo os meus papás, mas como posso explicar isso... bem somos 7 irmãos eu sou exatamente a do meio... digamos que sou a mais independente! Acho que os extremos sempre pediram mais atenção!
Nunca tive uma relação linear, simples e cheia de carinhos públicos, talvez porque apesar de ter pais relativamente novos, estes foram criados num tempo que não era o deles, não tiveram infância, sofreram muito, não tiveram quem lhes "ensinasse" o afeto, e como tal, apesar de o sentirem pelos filhos demonstraram-no ao longo da vida à sua maneira. No entanto, à medida que foram "envelhecendo" parece que "amoleceram", uma vez que hoje em dia são capazes de mostrar as suas fragilidades e esbanjar carinhos, sendo os maiores sortudos os netinhos!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Lilypie Premature Baby tickers