quarta-feira, 12 de outubro de 2011

O positivão inconveniente

Faz 1 ano que fiz talvez o 3º teste de gravidez em toda a minha vida, não sei se serão muitos ou poucos, mas foram os que tive necessidade de fazer, até então.

Desta vez não tinha suspeitas de estar grávida, embora quisesse, achava pouco provável!
Fiz o teste apenas por descarte de consciência ia retomar a pílula, já que me casava a 16 do mesmo mês e não queria ter o período em plena lua-de-mel (e não tive!)!
Estava com um atraso de 10dias, mas nada que não fosse habitual, acho que nunca tive uma menstruação que me tivesse chegado no dia previsto! Não tinha sintomas, só as mamas altamente dolorosas mas que relacionava com a proximidade do período!
Comprei o teste pelas 13 horas, cheguei a casa e tal era a minha descontracção no negativo que fiz o teste ali mesmo, naquela hora. Fiz o xixi no copo enfiei lá o teste e virei costas... quando volto vi as duas fitinhas e gelei!
Nunca pensei reagir assim, não era suposto, devia estar feliz e radiante... Mas só pensava no marido que não queria um filho, apenas tinha cedido à pressão uma única vez (vez que nem eu pensava que eu tivesse hipótese de engravidar)... olhem só a minha sorte e o azar dele! Toda a minha vida tinha imaginado aquele momento como um dos mais lindos das nossas vidas, mas só pensava "e agora?". A porta tocou naquele instante sabia que era ele a regressar para almoçar e eu toda nervosa a querer disfarçar e a esconder o teste com medo de lhe dizer o que tinha descoberto! Senti-me como uma miúda que tivesse sido apanhada pelos pais a fazer uma maldade!
Ele chegou e não resisti em contar-lhe. No fundo tinha esperança de que ele me iria abraçar, dar-nos os parabéns, aceitar o nosso filho sem hesitar ia ficar feliz e orgulhoso, tal como eu precisava de me sentir caso ele "autorizasse"! Mas a reacção foi terrível, culpou-me e entrou em total negação por vários dias! 

Foi só o inicio de muito choro naquela gravidez, estava grávida do homem da minha vida e ele não estava interessado! Até que às 14 semanas de gestação numa das primeiras consultas em que ele foi comigo, tudo para ele começou a fazer sentido, quando pela primeira vez avistou uma minúscula silhueta de um ser humano. Um bebé crescia dentro de mim, e ele sentiu-se responsável e sinceramente feliz pela primeira vez.  

Hoje tenho a certeza que o Filho é o maior orgulho do seu pai, e este segundo já não vive sem o primeiro!

4 comentários:

  1. A tua História é linda quida!!!Olha que as lágrimas vieram aos olhos.

    ResponderEliminar
  2. Que giro, correu bem, logo à 1ª.
    rica prenda de anos logo no dia a seguir.
    Comigo também foi á 1ª em plena lua de mel, mas não chegamos ao fim.
    ontem tavas de parabéns hoje é o meu marido, mais um balança.
    bj bruna

    ResponderEliminar
  3. Parabéns a todos então eh eh!!
    beijinho

    ResponderEliminar
  4. Eu também tive a reacção que tu tiveste, fiz o teste em casa e ... quando vejo o positivo (foi a primeira vez que fiz um teste). Fiquei "então e agora?" comecei a deambular pela casa e ali fiquei quase petrificada. Ao contrário de ti, foi pensado, mas foi muito rápido!

    ResponderEliminar

Lilypie Premature Baby tickers