terça-feira, 25 de outubro de 2011

Telefonema para a creche... (post longo)

Antes de mais eu quero dizer que admito que nunca antes na puta da minha vida tinha pensado nestes assuntos, aliás era coisas que não me diziam, nem me preocupavam minimamente! Mas agora que estou a lidar com isso, fico um pouquinho "perturbada" e tenho algo a dizer... oh se tenho!!



Liguei para a creche para recombinar as datas para a ida do Vasco pela primeira vez... e isso para mim acabou sendo o menos importante no fim do telefonema. Falei com uma 2ª futura educadora do Vasco que não sabia nada dele, ou seja falei com uma outra da outra vez que não partilhou informação nenhuma, já estou a duplicar a informação e não me admiro que tenha de a repetir outras quantas vezes. No entanto, desde que o bebé seja cuidado como aqui tem sido, tudo bem, repetirei até que a voz me doa! 
A conversa, entre outras coisas, foi mais ou menos assim:
- Educadora: De quanto em quanto tempo o Vasco come?
- Eu: De 2 em 2 horas!
- Educadora: Ah e tal, os bebés dessa idade deviam aguentar mais tempo sem comer, assim dá muito trabalho, a pediatra já devia ter-lhe dado suplemento! 
(eu pensei... "Ai a porra, queres ver que esta está a dizer que o meu leite é fraco!), mas em vez disso:
- Eu: Ele já come, papa, fruta e sopa e ainda assim come de 2 em 2 horas (por norma) quer de noite quer de dia... 
- Educadora: Então se calhar devíamos insistir mais um bocadinho a ver se ele come mais de cada vez!
(como se eu não fizesse outra coisa. Imagina só que me faz espécie ver o meu filho passar fome!)
- Eu:  Tenho tentado, ele vomita!... (como é que uma pessoa fica descansada dessa maneira?) 

Além do mais continuam a insistir na história de quererem dar papa e sopa e até iogurtes...WTF?? E o leite??? Afinal ele ainda é muito bebé, leite deverá ser o seu principal alimento do dia (quase)! 
Arrumei o assunto, repetindo que por enquanto ele só fará sopa e fruta na creche e as restantes refeições serão de leite que vou levar!

- Ela ainda perguntou: Para dormir, ele dorme sozinho no berço?
- Eu: Não dorme no colo, sofreu muito de cólicas e sempre foi um bebe choroso, não gosta de chucha só o colo o acalma! Ele agora está bem melhor, porque antes só dormia na minha maminha, agora já dorme no colo de qualquer um que o embale (muito- que omiti... depressa elas vão descobrir)!
- Educadora: Ah e tal a creche tem de se habituar a ele, mas ele terá de se habituar à creche também. Nos primeiros dias ele ainda poderá dormir no colo, mas depois se estivermos com outro bebé ele terá de dormir sozinho! 
(que é como quem diz vai chorar até adormecer-se!)


O que fixei foi isso. 
Apesar de eu só começar na próxima 2ª feira, ela aconselhou a fazer uma habituação progressiva, começando já na 4ª feira! Se isso for melhor para ele por mim tudo bem. Assim teremos uma semana e meia para habituação, apesar de o querer muito perto de mim, sei que é preferível fazermos um desmame gradual... sorte a nossa que temos tempo para isso!


Depois desta conversa fiquei bastante apreensiva (e sim acredito que tudo vai correr bem, para os 3 lados aqui acometidos (bebé, eu e a creche)! 
Porque se dão ao trabalho de me perguntarem pelos hábitos do meu filho para depois os discutirem??
Podem até alegar que são só 2 ou 3 educadoras (ou auxiliares) para 10 bebés... daí que não se pode atender a tudo! Mas aí é que eu acho que está errado! Porque se estou a pagar para cuidarem do meu filho (e não é pouco) tem de ser à minha maneira e à maneira de cada mãe e bebé... se a mão de obra é escassa o problema não é meu! Eu estou a pagar por um serviço, e só me apresentam deveres?
Eu também sou enfermeira estou num serviço em que no mínimo fico com 6 doentinhos e o máximo 10 que vêm acoplados com médicos e família... mesmo assim normalmente sempre que seja o correcto, tudo se faz respeitando as vontades dos visados! Tudo perfeitamente individualizado (levei 4 anos do curso a ouvir que cuidado humanizado é individualizado e acho que isso não serve só para a minha carreira)! Se não conseguisse fazê-lo o problema é meu (ou da minha entidade patronal), não o atiro para os ombros de mais ninguém! É que nem vos passa pela cabeça os pedidos e hábitos mais estapafúrdios que me aparecem no dia-a-dia... no entanto se não prejudicam ninguém, eu não estou ali para questioná-los, mas sim para concretizá-los!

Estarei a ser assim tão intransigente?

12 comentários:

  1. Olha Dreia, eu que ainda não tenho filhos e nunca me debrucei sobre este assunto de creches com ninguém, depois de ler o teu post a única palavra que me ocorre é: "MEDO"
    Não consigo imaginar um bebé a chorar até adormecer e a não ter colinho quando quer e precisa:( Não acredito na máxima de que "ah e tal, ele acaba por adormecer e para mais chorar é bom abre os pulmões..."! Afinal nós não choramos só porque é bom e abre os pulmões, temos sempre uma razão! O bebé precisa de mimo e pronto! Afinal não há nenhum adulto a precisar de colo para adormecer, portanto mimo para cima, que depois passa;)
    Desculpa o meu comentário nada consolador, mas agora que falaste no assunto, fiquei a pensar...Deves ter o coração apertadinho, como eu certamente teria:/

    ResponderEliminar
  2. Obrigada pelo comentario! Não me deixas mais triste, afinal sei que este post não me dará respostas é mesmo e si um desabafo nosso!
    E estou convencida que não o vão deixar chorar, acho que numa creche não devem fazer isso... não me perguntes como vão fazer porque isso, eu também não sei!

    Sei que vou levar o barco a bom porto, só não esperava encontrar marés! Todas as mamãs passam por isso e acredito que elas arranjaram o melhor para elas e seus filhotes!

    ResponderEliminar
  3. Amiga do fundo do coração que sei tudo o que estás a sentir, se sei. Quando fui trabalhar (após 1 ano em casa) e a Mia foi pa creche o meu mundo caiu. E ela já era bem mais velha que o Vasco. Mas o mundo caiu pa mim, não pa ela. Para ela o mundo ficou bem melhor. E com o Vasco será igual. Novas caras, novos bebés, novas brincadeiras, brinquedos, canções e tudo mais. Tudo o resto relacionado com horários de comer, adormecer e etc vai lhe passar ao lado.
    E sim, estás a pagar (e mesmo que não estivesses), portanto impõe-te, define bem aquilo que queres, mostra-te firme com elas e mostra que tu és a mãe, és tu quem sabes!
    E não duvides que se ele tiver fome elas vão alimentá-lo e adormecer sozinho vai ser uma coisa que ele vai adquirindo gradualmente e tu até vais agradecer por isso. Vai chorar mais um bocadinho do que em casa porque é impossivel dar a mesma atenção que damos em casa a 1 ou 2 filhos, mas vais ver que irão tratá-lo com carinho. Mostra-te firme e s~e assertiva. Sê simpática com elas pois a verdade é que tens lá o teu filho. Aparece na creche de surpresa para ficares mais segura. Conversa bastante com a educadora e expõe as tuas dúvidas. O mais importante é confiares nelas e teres a certeza que o Vasco fica bem. Se isso não acontecer nunca irás descansar nem te concentrar no teu trabalho. Com o tempo tenho a certeza que ficarás sossegada. É mais uma etapa.
    Bjinhos e força.

    ResponderEliminar
  4. Não te preocupes Dreia. Tive as mesmas preocupações que tu e está tudo a correr pelo melhor!! Eles acabam por se habituar e as rotinas da creche também são importantes para eles e para nós! E sabes tão bem como eu o quanto o choro de um bebé é insuportável e que desestabiliza os outros bebés e como tal, eles nunca o vão deixar chorar assim! Relativamente à comida, a minha bebé come melhor na creche do que em casa (não me perguntes porquê!). E relativamente ao comportamento, dizem que na creche é um anjinho... em casa, odeia ficar sozinha e está sempre a reclamar atenção... acho que a movimentação dos outros bebés a sossega (ela não gosta mesmo é de ficar sozinha!)... cada caso é um caso mas nestas idades eles sofrem muito menos e a minha é bastante sociável graças aos estímulos que tem lá! Ah, e o período de habituação é importante... leva primeiro durante uma hora, depois num dia deixa que ele almoce lá... isso vai dar-te mais confiança! Boa sorte!

    ResponderEliminar
  5. As vossas dicas estão anotadas, obrigada! :)

    ResponderEliminar
  6. Acho que não tens de te preocupar!
    O Rodrigo também comia pouco e de 3 em 3 horas, e elas cumpriam... que remédio! Porque se lhe davam mais, ele também vomitava... Mas com o tempo, eles passam a imitar os outros e comem todos à mesma hora, etc.
    O sono, em casa também era ao colo, na creche só foi ao colo uns dias, depois deitavam-no a ver os outros e ele aprendeu a estar deitado e a adormecer sozinho. Agora basta dizerem que é hora da sesta e ele descalça os sapatos e deita-se na cama dele.... em casa, há sempre um choradinho! ;)
    Acredita que é só mau para ti... ele vai adorar conviver com outros bebés! O Rodrigo entrou com 5 meses, adorava estar sentado ao lado da amiga de mãos dadas a conversarem! eheheh ;)

    ResponderEliminar
  7. Sou educadora, e digo-te que vai tudo correr bem. É certo que as rotinas que os bebés têm em casa são essenciais mas com o passar do tempo as rotinas que ele vai adquirir na creche tanto serão importantes. No inicio irá custar aos dois (são tudo novidades) mas com o passar do tempo, com a confiança que vais adquirindo com a equipa da creche, e as relações que o teu pequenino vai ganhando tudo correrá super bem e o se sentirá bem e contente na creche. Garanto-te que só trabalha com bebés e crianças quem tem mesmo vocação e gosto. Espero ter ajudado um pouco a tranquilizar-te.

    ResponderEliminar
  8. Como estou a escrever do tm (ehehehe) nem li os comentarios ja feitos e peço desculpa pela falta de acentos. Bom, ja vi q estas danada e tens toda a legitimidDe para isso...no entanto, so te posso dizer duas coisas: se o sitio e as educadoras forem de confian ça o teu menino estará bem entregue, elas parecem desligadas mas n es tão, enchem os bebes de miminhos tb. É normal,ele agora vai ter de se habituar a uma nova rotina, mas acredita q custa mais, muito mais a nos q a eles, q tb sao manhosos...eheheh.
    Afinal ha mais um conselho: nao dês muita conversa, faz um esquema no papel com horarios e habitos, tipo rotina diaria, as 10 leite, as 12 sopa... Por ai a fora... E entrega, acabou a conversa. É obvio q ele vai começar a espaçar as refeiçoes...mostra q tens conciencia disso, mas agora a realidade é essa, a q tu apresentas. E agradece a colabora ção delas, ficam todas derretidas...

    ResponderEliminar
  9. Olha que bom... estou mesmo mesmo sossegada! Faz tão bem deitar tudo cá para fora para depois receber um feedback tão positivo e tranquilizador quanto o vosso.
    Vai tudo correr bem ;)
    beijinho!

    ResponderEliminar
  10. Este post é de 2011.. Estou agora (2013) a passar pelo mesmo, o meu filho devido a problemas de saude so adormece ao colo e na creche nao estao a aceitar bem... Tb fiz um esquema de horarios e refeicoes q nao é cumprido.. Como foi com o Vasco depois da habituacao?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá :)
      Achei importante responder-lhe, porque passei por isso tudo e sentia-me tal mal...
      na verdade detestei a a ideia de o deixar numa creche. Só eu sei cuidar dele :D (ainda hoje continua a ser verdade : ) )
      Mas quero tranquilizar-lhe. As coisas na prática correram muito melhor. devagarinho elas foram conhecendo o meu filho e foram cedendo às características dele, devagarinho fui eu conhecendo as rotinas da creche e apercebei que não eram tão distintas das que fazia em casa.
      Na verdade o vasco adorou e adora ir à creche, ganhou rotinas que não tinha e não tem em casa... costumo dizer que ele tem duas personalidades: a traquinas e sem regras para dormir e comer em casa e o menino bem comportado que dorme sozinho na creche.
      Tranquiliza-te _:)
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Obrigada pela resposta, fiquei mais animada :) beijinhos.

      Eliminar

Lilypie Premature Baby tickers