quinta-feira, 27 de outubro de 2011

2º dia de creche

Ontem foi difícil acordar, preparar, levar e deixar  o meu bebé na creche, mas acreditem que hoje foi muito mais, mas mesmo muito mais difícil...


(Fico pior que estragada quando ao 2º dia sabichonas tentam dizer-me como cuidar do meu filho! Eu bem que tento ser cordial... mas se eu pudesse e se não precisasse...)

5 comentários:

  1. Mas sabichonas porquê querida,vejo que andas tão aflita
    bjins Catia

    ResponderEliminar
  2. Catia, colocam em questão a dieta do, as quantidades que come as vezes que come por exemplo (acho que para elas ele dá muito trabalho, come pouco muitas vezes... sei lá)! fazem sugestões super inadequadas a meu ver: como ir à creche amamentar nesta semana de adaptação, que eu não quero! Não quero que fique confuso, pk quando começar a trabalhar eu não apareço lá para ele comer! Daí que prefiro que tome o biberão na creche!

    ResponderEliminar
  3. Acho que fazes bem em começar já a habituá-lo àquilo a que vão ser os dias dele a partir da próxima semana. Se fosses à creche amamentá-lo, quando começares a trabalhar é que ele ia ficar mesmo sentido...
    Quanto aos "palpites", eu cá penso como tu. O filho é teu e tu é que sabes como deves criá-lo. Dá-lhes mais trabalho do que os outros bebés? Pois paciência, é esse o trabalho delas. Eu também tenho clientes mais chatos e exigentes do que outros, mas lá tenho que os aturar, pois é dali que vem o meu dinheirinho. E tu estás a pagar por um serviço! A peso de ouro, segundo ouço dizer das creches hoje em dia...
    Que tal começares a puxar do trunfo "profissão"? Tu és enfermeira. Estás mais do que qualificada para tomar as decisões que entenderes melhor a respeito da sua alimentação e horários. Aposto que quando te saires com uma destas começam logo a opinar menos...
    Ai, que eu vou ser tão galinha!!! Nem quero ver...

    ResponderEliminar
  4. Pois eu não gosto, nem nunca uso esse "trunfo"... acho que tem o mesmo efeito que elas a dizerem "eu sou Educadora há 1000 anos... :/

    ResponderEliminar
  5. Espera, mulher!:) Não era esse o sentido que eu queria dar ao "uso do trunfo". O que eu queria dizer é que, se elas soubessem o que fazes da vida, talvez não opinassem tanto sobre as opções que fazes quanto ao regime alimentar do Vasco, uma vez que assim perceberiam que as tuas decisões são fundamentadas, tomadas na qualidade de profissional de saúde (mas sobretudo de mãe atenta, informada e extremosa) e que não és apenas mais uma recém-mamã inexperiente como as que por vezes lhes aparecem. O que eu queria dizer é que talvez essa informação as fizesse perceber a razão pela qual o Vasco tem sido criado como até agora. E muito bem, diga-se de passagem! Basta olhar para ele para perceber que é um bebé saudável e feliz!

    ResponderEliminar

Lilypie Premature Baby tickers