sábado, 15 de dezembro de 2012

Ainda sobre o L.M e L.A.

A sério... não vou desistir de falar da amamentação porque 1º que tudo... porque sim, porque o blogue é meu, o filho, as mamas, por isso eu é que sei... mas ainda assim estou a tornar-me repetitiva porque continuam a surgir comentários anonimos alguns dos quais nitidamente de mães que optam por L.A. e se dizem totalmente conscientes e informadas das suas decisões .. então quando me dizem que não há diferença entre dar L.M. e L.A. aí vejo logo que de facto estão mesmo muito bem informadas... (note-se por favor todo o sarcasmo inerente nesta frase...)

Bastou-me 5 segundos de googlanço para encontrar informações básicas para informar as mães sobre tamanho disparate que é  tentar igualar um leite em pó feito em laboratório por um produzido por humanos para humanos:


O leite humano é muito diferente do leite adaptado (leite em pó).

O leite materno contém todas as proteínas, açúcar, gordura, vitaminas e água que o seu bebé necessita para ser saudável.
Além disso, contém determinados elementos que o leite em pó não consegue incorporar, tais como anticorpos e glóbulos brancos. É por isso que o leite materno protege o bebé de certas doenças e infecções.

O aleitamento materno protege as crianças de:

Otites

Alergias

Vómitos

Diarreia

Pneumonias

Bronquiolites

Meningites

[O meu exemplo, que vale o que vale mas ainda assim partilho, o Vasco nascido prematuramente, atualmente com 19 meses e mesmo frequentando o "infectário", só adoeceu 1 vez, recuperou em 4 dias, faz febres "baixas"... diria que ele nem faz febres  à séria] 

Outras vantagens do leite materno para o bebé:


 Melhora o desenvolvimento mental do bebé;

É mais facilmente digerido;

Amamentar promove o estabelecimento de uma ligação emocional, muito forte e precoce,
entre a mãe e a criança, designada tecnicamente por vínculo afectivo.
Actualmente, sabe-se que um vínculo afectivo sólido facilita o desenvolvimento da criança
e o seu relacionamento com as outras pessoas;

O acto de mamar ao peito melhora a formação da boca e o alinhamento dos dentes.


Amamentar tem vantagens também para a mãe:


A mãe que amamenta sente-se mais segura e menos ansiosa;

Amamentar faz queimar calorias e por isso ajuda a mulher a voltar, mais depressa, ao peso que tinha antes de engravidar;

Ajuda o útero a regressar ao seu tamanho normal mais rapidamente;

A perda de sangue depois do parto acaba mais cedo;

A amamentação protege do cancro da mama que surge antes da menopausa;

A amamentação protege do cancro do ovário;

A amamentação protege da osteoporose;

A amamentação exclusiva protege da anemia (deficiência de ferro).
As mulheres que amamentam demoram mais tempo para ter menstruações, por isso as suas reservas de ferro não diminuem com a hemorragia mensal;

Amamentar é muito prático! Não é necessário esterilizar e preparar biberões.
Não é necessário levantar-se de noite para preparar o biberão.

Amamentar também é vantajoso para a família:


A amamentação é mais económica para a família.
Basta multiplicar o preço de uma lata de leite em pó, pelo número de latas necessárias ao longo da vida da criança,
e somar ainda o dinheiro gasto em biberões e tetinas.


O leite adaptado (leite em pó) é muito diferente do leite materno e a sua utilização tem riscos para o bebé:


Os leites artificiais usados habitualmente, são feitos a partir de leite de vaca. Por essa razão, o uso de leite artificial aumenta o risco de alergia ao leite de vaca.

As crianças que são alimentadas com leite artificial têm maior risco de vir a sofrer de otites, amigdalites,cólicas, bronquiolites, pneumonias, diarreias, infecções urinárias e sépsis.

As crianças alimentadas com leite em pó, além de terem maior risco de sofrer as infecções referidas, as infecções de que sofrem surgem com maior gravidade, porque o seu sistema imunitário não recebe a ajuda dos anticorpos, glóbulos brancos e outros factores imunológicos presentes no leite materno.

As crianças alimentadas com leite artificial têm maior risco de desenvolver linfomas.

As crianças que são alimentadas com leite em pó têm maior risco de vir a sofrer de Diabetes tipo I (insulino-dependente).

As crianças que são alimentadas com leite artificial têm maior risco de sofrer obesidade na vida adulta.

As crianças alimentadas com leite em pó têm maior risco de desenvolver eczema, asma e outras manifestações de doença alérgica.



A UNICEF calcula que um milhão e meio de crianças morrem por ano por falta de aleitamento materno. E não se pense que é só nos países do terceiro mundo. Mesmo nos países industrializados muitas mortes se poderiam evitar com o aleitamento materno.



Fonte:http://www.leitematerno.org/porque.htm


Eu sou enfermeira e vejo uma geração tão nova a sofrer de alérgias, cancros, AVC's, enfarte do miocárdio, insuficiência renal e admito, sem dúvidas, que a alimentação da primeira infância esteja em parte a reflectir-se, porque como devem entender isso são situações "cumulativas", certo?
Já dizia o outro... O corpo é que paga (mais cedo ou mais tarde...)

Opá... que não queiram amamentar tudo bem... tudo bem... tudo bem, claro está... Mas atirar areia (neste caso leite em pó) para os olhos das pessoas como se fosse a melhor coisa do mundo... pá... tenham dó!!

9 comentários:

  1. O LA é leite de vaca, ponto. Acho que só aí se vê logo a diferença.
    Beijocas

    ResponderEliminar
  2. Susana, pode parecer informação dura, mas é o standart, não foi inventada, nem relativizada, nem exagerada, são estudos de décadas e decadas...
    O que me "custa" é tomaram o L.A. como 1ª escolha, baseando-se no facto de acharem que L.A. e L.M são iguais... pá please usem outros argumentos, este não dá... não dá... é inválido!

    ResponderEliminar
  3. Nao digo que foi inventada.... acho que nesta coisa da amamentacao, bem como em tantas outras, acabamos por cair em fundamentalismos que nao so nao funcionam, como acho que afastam muita gente...

    ResponderEliminar
  4. Sorry querida Susana o teu coment não aparece no blogue mas no painel de controlo aparece como publicado... morte ao blogger!!

    ResponderEliminar
  5. (a ver se agora fica...)
    "Embora seja a favor da amamentacao e tu sabes.... acho isto tb um bocadinho demais .. que tem beneficios todos sabemos, que é o melhor, acho que nao temos duvidas..... Mas acho esta "exposicao" que encontraste .... demasiado exagerada ... nem tanto ao mar, nem tanto à terra É tambem por causa disso que depois temos maes super angustiadas por nao terem conseguido amamentar independentemente da razao... nao é caso para tanto.´"

    ResponderEliminar
  6. Quem será o/a inteligente que diz que o leite adaptado é igual ao leite materno?? Eu dei e dou leite adaptado ao Afonso não como minha primeira escolha, infelizmente não consegui amamentar sei que se fosse hoje seria totalmente diferente... Quando dei LA ao Afonso sabia muito bem as diferenças entre os dois e não é por ter dado LA que vou dizer que são os dois iguais porque não são.
    LM é o melhor que se pode dar a um bebé sim.
    Quando se vai aos sites de LA eles são os primeiros a dizer que a amamentação é a alimentação ideal para o seu bebé.
    Não percebo porque é que as mamãs que escolheram dar LA aos seus bebés sentem-se atacadas quando se fala de LM e depois dizem disparates.

    Beijinhos **

    ResponderEliminar
  7. Tal e qual Claudia, ainda bem que existe L.A. para quem não pude ou não quer amamentar. Mas daí acreditar-se que a substituição é irrelevante vai uma grande diferença!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Amamentei pouco tempo, como deves saber. Por culpa minha ou não, não interessa nem tão pouco penso nisso ou me culpabilizo. Duma coisa tenho a certeza: não amo menos os meus filhos por isso, o vinculo que tenho com eles não tem nada a ver com o tempo que os amamentei, nem tem sequer a ver com o facto de os ter ou não amamentado. São super saudaveis, em mais de 2 anos de infantário a Mia ficou doente umas 2 vezes, ao contrário dum primo meu amamentado até muito tarde que já deve ter tomado mais antibióticos que eu! Coincidências, obviamente. Ora tudo isto para dizer que acho que ainda há mulheres/mães que têm dificuldades em aceitar o facto de que há mães que não querem amamentar. Não conseguem simplesmente aceitar e perceber que há escolhas diferentes sem virem com a lenga lenga dos beneficios da amamentação!
    Tinham que vir pa cá viver pa conseguir perder os preconceitos. Sim, que isso para mim são preconceitos!!

    ResponderEliminar
  9. Obrigada pelos vossos testemunhos, isso vem enriquecer e com certeza leva-nos a reflectir e decidir o que queremos para os nossos filhos de forma esclarecida :D
    beijinhos e boas festas!

    ResponderEliminar

Lilypie Premature Baby tickers