sexta-feira, 15 de julho de 2011

Parabéns para mim...(I guess) e o que seria de mim sem amigos

O Zeus a propósito do meu 4º aniversário como enfermeira, trouxe-me isso:




Amorosamente feito por esta nossa querida amiga!!
Que marotos... :)! Ohh pa ê toda feliz!!!
Não só o exterior é tãoooo giro, como ainda é saboroso, calhou-me uma delícia de cenoura e um outro ingrediente... que me está a tirar o juízo porque não o consigo identificar! Ainda bem que tenho bolo suficiente para o descobrir!

(Agora a parte que me faz lamentavelmente nostálgica... preparem essas lágrimas)
Fiquei mesmo emocionada com o gesto, tal como uma menina pequenina no dia de anos... Até porque não tive bolo para comemorar o fim do Curso!! Mais, acho que não minto... se vos disser que nos meus 26 aniversários de vida... nunca tive um bolo para celebrar... nunca apaguei velas (salvo uma vez, já adulta... preparado pela minha rica santa sogra)! Mas, durante a minha infância o máximo que tive foi um queque com uma vela! E juro que desta vez não estou a ser irónica!!! Antes estivesse... essas memórias deixam-me mesmo muito triste, não por nunca ter tido uma festa de aniversário, mas por me lembrarem uma época em que não tinha um lar... mas uma guerra civil todos os dias à minha espera entre portas e paredes... e por causa desta falhou-me coisas muito mais importantes que um bolo na mesa no meu aniversário...
Pronto passou...
Daí que a lamechas aqui, fique tão empolgada com este mimo! É o bolo que nunca tive!
Obrigada querida
sniff sniff    

5 comentários:

  1. Só damos valor às coisas em situações extremas. Olha, eu detesto fazer anos, detesto apagar as velas and so on and so on.... Tudo porque é mais um ano a somar. Vou fazer 28. Há coisas mais importantes, o que importa é o carinho de quem nos rodeia. Estás bem, com saúde e tens uma família, os aniversários não festejados ficaram lá atrás, o presente e o futuro vão trazer-te muitos bolos e muitas velas para apagares (até detestares, porque estás a ficar mais cota) O gesto do teu marido foi lindo, isso é que contou. Uma pergunta, de onde és? Fiquei curiosa :) Catarina.

    ResponderEliminar
  2. Tal e qual... agora vou me entreter com tanto gosto a apagar cada velinha dos bolos do Vasco!! :)

    Sou Açoriana, micaelense e tu?

    ResponderEliminar
  3. Eu sou Ribatejana, com uma costela Alentejana. Mas assim não percebi a parte da guerra civil... era uma metáfora? ups... :) Catarina

    ResponderEliminar
  4. Desculpa, já percebi. Interpretei mal. Pensava que tivesses vindo de outro país ou assim... Fui uma duh completa não precisas explicar. Beijinhos. Catarina

    ResponderEliminar

Lilypie Premature Baby tickers