terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Dreia resume parte da sua vida... ou não... :)

Um anónimo (e não estou a ser sarcástica, não tenho como o identificar mesmo...) perguntou-me a propósito do convite para ser entrevistada na rádio: "Se eu me considerava uma inspiração?" e " Que história tinha eu para contar, para ser referência para os outros!?"

Sincera e muito honestamente (devo ser estúpida é isso!) não consigo medir a "temperatura" deste comentário. Ou seja, não sei se a pessoa está "ofendida" por eu ter ido à radio porque alguém amavelmente me considerou uma "inspiração" (Esse grande malvado!!!)... ou se é de facto uma pergunta desprovida de qualquer negativismo! O perguntar, por perguntar!

Essa pessoa dizia que, porque eu contava tudo da minha vida teria alguma visibilidade, logo é normal que fosse convidada... Entretanto, respondi-lhe e a mesma agora deve achar que eu afinal não conto tudo, porque voltou a questionar-me pela história da minha vida!
Ohhh então?? Em que ficamos?!

Agora, conto ou não??
Se conto... vai parecer que conto tudo e ainda por cima a vaca (Eu) vai-se gabar dos feitos extraordinários... Se não conto... afinal... realmente não há nada que os demais seguidores encontrem que possa ser inspirador...
Hmmmm... estou na dúvida!!
:P

Sincera e muito honestamente... volto a dizer... não sei medir a "temperatura" destes comentários!

7 comentários:

  1. Foste convidada para uma entrevista na rádio, já foste à Tv, deves ter algo interessante para dizer ou não achas? Beijo (não ligues).

    ResponderEliminar
  2. Não ligues a esses comentários. Não é por acaso que já foste convidada para a TV e agora para a rádio, né? Beijo.

    ResponderEliminar
  3. Simples... Não meças. Neste mundo, ha gente boa e gente má. Sê indiferente a este tipo de comentários. Há gente k nâo suporta ver os outros conseguirem realizar os seus sonhos e passam o tempo, que deveria ser para elas valioso, a serem mesquinhas e decadentes e invejosas. Andreia, liga às coisas boas e caga para esta gente.Desculpa o termo, mas há gente k deveria mas era pegar no tempo k têm e arranjar trabalho. M.

    ResponderEliminar
  4. O anónimo que colocou a questão fui eu! Eu que continuo no anonimato por nao ter contas no Google e afins, e a única forma de deixar um comentário é este. Até poderia assinar em baixo: Sara, Maria, Susana, mas Saras, Marias e Susanas há muitas. A não ser que deixasse também o meu numero de BI, assim já nao seria anónimo. Coloquei-te a questão porque achei pertinente e sem sentido negativo. Não te conheço, vejo os teus trabalhos de fotografia mas honestamente não acho que tenhas feito algo que seja motivo de exemplo. Sim, pode o ser, sem dúvida para ti, para a tua família ( e isto é o que importa e é mais importante) mas de fato não vejo que tenhas contribuido para a sociedade. Não vejo que tem de especial ser mae/ trabalhadora e ter um hobby.... mas isso sou eu a pensar...
    Deixa-me corrigir esta tua frase " Essa pessoa dizia que, porque eu contava tudo da minha vida teria alguma visibilidade, logo é normal que fosse convidada." Eu não disse isso no meu anterior comentário, é MENTIRA Tua, estás a deturpar descaradamente porque te dá jeito assim!! Eu disso que havia muitas outras pessoas que conseguiram alcançar os seus objectivos e APENAS NÃO O EXPÕEM, nao pessoas mais discretas! Se antes tinha alguma consideração por ti, agora com este comentário falso perdeste a tua credibilidade.
    Assinado:" Anónimo "

    ResponderEliminar
  5. Oh meu Deus o que as pessoas com dores de cotovelo chegam...Nao precisas de negativismo na tua vida..Continua como és e com o teu bom trabalho( que eu adoro) e quem nao gosta TEMOS PENA..Beijinhos...

    ResponderEliminar

Lilypie Premature Baby tickers