quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Amamentação: Felizes coincidências?

Ao fazer o post anterior pensava: "De facto há bebés na sala do meu filho que estão sempre com reincidivas e faltam muito, por estarem doentes!"

Será que (e correndo o risco de estar a falar muito cedo, já que isso é de facto uma conversa para ter daqui a uns bons anos) já estou a colher frutos dos benefícios da amamentação? Na creche as doenças comuns têm sido otites e bronquiolites de repetição e gastroenterites. O Vasco felizmente  só teve uma otite e uma infecção respiratória, tendo ficado efetivamente uma vez em casa. Tem estado lá de vez em quando ranhoso, mas nada a considerar e na última consulta com a pediatra ela pediu que o vigiasse porque poderia voltar a fazer otites (que felizmente não se verificou). Mesmo doentinho, só faltou 4 dias à creche, comparado com o "absentismo" dos outros bebés! O que parece que felizmente (again, and knock knock on wood) tem um período de recuperação rápido!
Independentemente do motivo principal para andarmos com "tanta sorte" nas doenças que lhe vão aparecendo, quero acreditar que a amamentação tem tido peso na defesa do frágil sistema imunitário do meu bebé... além do que também é possível que por ter uma mãe chata e com alguma noção em saúde, o cuide atempadamente (baba e falta de modéstia... I KNOWWWW... coisa feia... pronto, passou!) 

6 comentários:

  1. rs pode ser isso sim de amamentação, sabemos que ajuda muito e optimo para eles... Mais junto com a mae perceber de saude e ter os devidos cuidados.
    bj

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que está relacionado com eles. A Pirilampinha só mamou 1 mês e até hoje faltou à escola apenas aos 6 meses (2 semanas), o ano lectivo passado não faltou dia nenhum e este ano lectivo é que também faltou 4 dias :)

    ResponderEliminar
  3. Eu acredito que sim :) E espero que a minha seja igual apesar de ter mais sorte: ficará em casa ao cuidado do pai até às 15h e da mãe depois das 15h. Não irá para nenhuma creche e ficará mais longe das viroses :))

    ResponderEliminar
  4. No meio de tudo também acho que é muita sorte pelo meio, mas pirilampinha quero mesmo acreditar que o facto dele mamar leite materno, com defesas de Homem para o Homem, interfira sim, nem que seja minimamente. pelo menos estudos de decadas e decadas, assim o dizem!
    Mas no final de tudo, o que me importa é que ele esteja saudavel... independentemente dos motivos, isso sim!

    CS... só te digo... INVEJA, quem me dera a mim ter essa hipotese!

    ResponderEliminar
  5. Andreia,

    opá, eu dei de mamar em exclusivo até aos 6 meses e continuo a amamentar "intensamente" :), (não é de manhã e à noite!) e não é que a pirralha passa a vida doente?!

    ResponderEliminar
  6. É tal como disse, é muito cedo (seja para mim, como para ti) para fazer este genero de balanço! De qualquer das formas ambas sabemos que amamentar vai muito mais além dos "beneficios teoricos" :)

    Ah adorei a expressão "intensamente", estou como tu... maminha à discrição :)

    ResponderEliminar

Lilypie Premature Baby tickers