quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Lição de catequese...

É que já nem se trata de discutir, qual a melhor altura para eu baptizar o meu filho, é mesmo para por os pontos nos ii's:

"Jesus de Nazaré foi baptizado por João Batista. Todos os três Evangelhos relatam essa passagem como uma vontade do próprio Jesus de se baptizar para instituir o rito do Baptismo como doutrina divina.
Segundo a Bíblia, Jesus já em vida adulta (30 anos), este pediu para que João o baptizasse, porém este hesitara, alegando que não era digno de baptizar o Filho do Homem. Entretanto, João consentiu em baptizar Jesus por imersão. Após Jesus ser imerso nas águas do Jordão, uma pomba branca bradou dos céus na direcção de Jesus e logo ouviu-se uma voz que anunciara: "Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo".

(As coisas que a wikipédia sabe)

Acredito piamente que Deus nunca desprotege os inocentes, não é uma água fria na testa que muda isso!
Além do mais faço minhas as palavras da Baunilha, acho mesmo que o baptismo não tem de ser obrigatoriamente feito em bebé como quem leva o bebé para fazer as vacinas do plano nacional de saúde!
O nosso filho será baptizado (a sê-lo) quando nós os pais o puderem fazer em consciência da existência das melhores condições. Para mim é inconcebível, "chamar" à pressa pessoas para figurar ao lado do meu menino só porque faltam 2 meses para o baptismo segundo a data estipulada pela igreja. Preferencialmente acontece uma preparação prévia destas pessoas para tal "responsabilidade". Acho que nós os pais, estamos a ser aquilo que devemos ser: Cuidadores e protectores, e se isso não é criar um filho segundo as leis de Cristo (nem digo da igreja...porque muitas vezes o homem distorce a mensagem de Deus) então não sei nada!  

7 comentários:

  1. Concordo plenamente!!! mesmo!! Só mesmo a igreja católica para instituir o baptismo das crianças, a Bíblia diz-nos que o Baptismo é a manifestação pública que o homem tem de que pretende servir a Deus. Logo um bebé não tem consciência do que está a manifestar publicamente, n tem consciência do que é o baptismo. Por isso é que muitas denominações verdadeiramente cristãs se recusam a baptizar crianças menores de 13 anos ( momento em que se assume que, regra geral, a criança tem consciência do quer ou não quer para a sua vida).

    ResponderEliminar
  2. loooooooool do que tu te lembras-te xD

    ResponderEliminar
  3. Concordo com o que dizes linda...mas olha, a Matilde vai se baptizar e não houve complicações nenhumas..nem se os padrinhos são acsados, se vievem juntos ou não...v~e lá que nem preparação eu e os padrinhos vamos ter...agora não sabia que a igreja tinha data estipulada para o baptismo...minha sobrinha baptizou-se com um aninho!
    Que mania de certos padres complicarem o que não é complicado!

    ResponderEliminar
  4. És a segunda pessoa que me diz que não houve complicações...o que me leva a pensar que isso depende das paróquias ou seja dos padres... nem sei que te diga!

    ResponderEliminar
  5. Olha Andrei, a Matilde vai baptizar-se em São Pedro...não sei se foi esta a paróquia em questão ou não. Ms não tenhas dúvidas que os Padres dão os jeitinhos a quem querem a quem não querem infernizam a cabeça!

    ResponderEliminar
  6. Pelos vistos, apesar de actualmente não ser praticante, parece que ainda sei alguma coisa da história de Cristo...

    Em relação ao baptismo, depende mesmo das Paróquias. Tenho 2 afilhados e 2 histórias, em que uma não teve qualquer problema e da 2ª teve IMENSOS problemas. Começando pelo facto de que a senhora disse que eu nunca ia ter afilhados e mandou-me retirar por não ter o crisma e eu disse que saía se saissem todas as pessoas que estavam naquela sala sem crisma...

    ResponderEliminar
  7. Apesar que pertencer à paróquia de são Pedro em ponta delgada, irei baptiza-lo, talvez, em vila franca terra natal!

    ResponderEliminar

Lilypie Premature Baby tickers