quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Da maminha...

(Lembrei-me assim de repente que normalmente à minha roda ouço: "dar o peito" ou "dar o seio"... quem tem peito é galinha... eu sou um MAM(A)ífero logo tenho mamas.... por isso aMAMEnto, portanto dou maminha...)

Explicações à parte, vou direta ao assunto. Acabei de ler o post da Baunilha que tem um baby da idade do meu e também amamenta.
Fiquei indignada com a postura daquele médico, mas não surpresa. Infelizmente é muito comum...
Eu devia preparar-me para eventualmente mais cedo ou mais tarde passar por situação semelhante. Também sinto que a minha pediatra apesar de não dizer directamente, nem me dificultar em nada as declarações de amamentação, não é muito apologista da maminha por esta altura. Aliás na última consulta as exatas palavras dela foram: "Está na altura das maminhas voltarem para o pai..." E ainda continuou afirmando que o L.M. por esta altura não acrescentaria nada ao desenvolvimento do meu filho (HONESTAMENTE NÃO ACREDITO E PRONTO, NÃO É PRECISO LER MUITO PARA PERCEBER DOS BENEFÍCIOS DO L.M.. O PROBLEMA É QUE NEM SE DÃO AO TRABALHO DE SE INFORMAR...). Limitei-me a avisar a nossa querida pediatra (porque até gosto dela) que vou aguardar que o Vasco decida quando deve parar, sem pressões ou pressas, gradualmente! Ela retorquiu: "Olha vai acontecer-te como uma mãe que passou uma vergonha com o filho de 2 ou 3 anos a fazer uma mega birra em publico porque queria mama..."
A mim incomodam-me as birras sem motivo e por pirraça, não por querer mamar, isso não me envergonha. Nessas alturas limito-me a encontrar o melhor sítio para os dois e se tiver de ser em público que seja!

Concordo e entendo a Baunilha perfeitamente, nesta altura das nossas vidas, não me apetece nada dar explicações, do meu filho e do meu corpo sei eu...

12 comentários:

  1. Porque é que essa médica pensa que as tuas mamas não podem ser do pai enquanto amamentas? Que estupidez... Que se preocupe é com as dela.
    Em relação às possiveis birras para mamar... Sem comentários. As crianças só fazem birras quando são contrariadas, portanto se lhe deres mama quando pede (e não consigo encontrar nenhuma razão para não o fazer) não haverá birra! ;)
    A sério, fico doente com gente ignorante neste assunto, ainda há tanta gente tapadinha, é uma pena.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que os outros complicam aquele que para mim (e para muito mãe que amamenta até ter um filho crescido) é fácil!!
      Eu não peço opiniões mas teimam em dá-las!!
      (acho que até vou publicar isso) :D
      beijinho

      Eliminar
  2. A pediatra passou atestado médico até aos 2 anos, por ela própria achar que só lhe fazia era bem mamar. Até aos 3 anos já não concordava tanto e dizia que estava na hora de parar, mas passou à mesma.
    Em relação às outras pessoas, só me dava para rir o que as pessoas diziam qd sabiam que ele mamou até aos 4 anos. É que até parece que as mamas eram delas.
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh tu passaste bem isso na pele... não duvido!
      beijinho

      Eliminar
  3. Enfim, há muitos desses. Seja neste assunto ou noutro, há sempre médicos que não estão minimamente informados e pensam que eles é que sabem. O melhor é fazer como fazes, responder de maneira a que percebam que tu é que sabes e pronto.
    Acho que és uma das muitas boas influências para as mulheres que querem amamentar, eu quando chegar a minha vez ainda tomarei mais atenção aos teus posts sobre amamentação, é uma coisa tão importante! Por isso, GO GIRL! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Katy, eu admiro-te por nem seres mãe, não teres qualquer experiência na área, mas ao menos importas-te em aprender e nem és profissional de saúde que seria tão importante que fossem grandes apoios!

      Eliminar
  4. Concordo que é positivo amamentar, mas atenção à importância da alimentação nestas idades. Logo não deve a mama substituir refeiçoões importantes como almoço ou jantar.
    Gostaria ainda de lembrar que o benificio de duas hhoras diárias para amamentar deverá ser utilizado com o filho e não para ir à praia ou cabeleireiro...AS pessoas teimam em dar opinião porque é disso mesmo que se trata (uma opinião) só se incomoda quem não está seguro das suas opções.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha que bem que você falou?
      Já esteve na pele?
      É que com tantas certezas, só pode saber o que é estar constantemente a ser bombardeada com sugestões sobre a educação do seu filho, principalmente quando isso implica as suas mamas... Além do mais as opiniões são úteis quando pedidas... de outra forma são inconvenientes, principalmente quando não passam de postas de pescada infundadas!
      De certeza que também não está segura do que diz, de outra forma não se refugiava por detrás de um "anónimo"!
      Mais, acredite que o meu filho já jantou ou almoçou leite... e ainda bem, porque só significa que foi algum imprevisto e de outra forma ele não teria comido nada... é a vantagem de se amamentar... temos SEMPRE comida 100% natural, fresca e disponível... e juro que o rapaz não está subnutrido... felizmente até hoje nem pouco vomitou, ou teve diarreias, nem desidratou, faz montes de xixi e cocós... quer parecer-me que está bem, obrigada!
      Quanto às idas aqui ou acolá nas horas da amamentação... não posso nem vou falar pelos outros, e aqui também não tenho de dar satisfação... mas ainda assim partilho consigo que por norma o meu filho está sempre alapado a mim e quando não está é porque é o melhor e mais seguro para ele... e lá está disso também sei eu!

      Eliminar
  5. Querida,

    da tua vida, das tuas mamas e do teu menino quem sabe és tu. Não sou mãe (estar inquieta para ser conta para alguma coisa?!! lol), não sou da área da saúde, mas ao ler-te todos os dias e ao conhecer o teu Vasco só posso dizer: fazes muito bem. O Vasco é um menino super saudável e que se quer continuar a mamar, paralelamente, à introdução de outros alimentos nas refeições dele, q raio de mal é q pode ter?! Só me ocorre: NENHUM!
    A minha madrinha deu de mamar à minha prima até aos 4 anos e só parou porque a miúda é q deixou de querer. Tanta gente que fazia espantos, ao ponto da criança ter vergonha de pedir a mama e tê-lo de fazer "às escondidas" para não ouvir comentários como «tão grande e ainda a mamar?!». Enfim, uma grandessíma estupidez. A minha madrinha continua segura de si e a dizer que foi a melhor coisa que vez, que era fantástico e acredita que tornou a filha numa criança bem mais saudável.
    Continua assim, ajudas muitas mulheres e, de certeza, o teu filho! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente isso é motivo de discussão e está difícil de mudar mentalidades querida... nem falo de "obrigar" toda a mulher a amamentar, cada uma sabe de si... essa nem é a questão...trata-se apenas de tentar que deixem de olhar de lado quem o faz!

      Eliminar
  6. Gostei dessa do Anónimo...então uma pessoa tem 2h diárias para amamentar...e não pode ser na praia?! O lugar também tem de ser estipulado? Não tarda para além de quererem mandar nas nossas mamas também vão ter bem definido o onde dar de mamar! Não tarda é uma ofensa dar de mamar em público! Quem sabe um quartinho...um castigo! Amamentar é bom, saudável (não fosse um acto natural) e deve ser tratado como uma fisiologia e não uma patologia! Deixo de dar de mamar quando EU quero! Ponto! Não sou eu que dou?! Se na minha opinião pessoal não excederia os 2 anos? Sim talvez, mas ao mesmo tempo não sei, porque a teoria é uma coisa, a pratica já é outra bem diferente! Só passando por isso...com o meu bebé não estipulei tempo nenhum, até julgava que não ia conseguir devido ao historial da minha ascendência feminina, mas 12M seria excelente e pensava acabar por aí...infelizmente tive de suspender aos 7M, mas sei lá se chegando aos 12M ia manter a mesma opinião?? E, sendo egoísta, temo-lo bebé, o nosso bebé, aquando da amamentação... é um corte "violento", eu que o diga! Custa, custa muito...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isabel... eu só me pergunto se ela o fez ou fará exactamente como apregoa!!
      A questão da anónima até parece-me que não se prende ao local da amamentação, mas sim com o facto de uma mãe usar o horario reduzido para se cuidar ou relaxar sem o bebé... como se fosse condenável... Sinceramente nem me apetece ir por aí...
      'Tava lindo deixar de ir a sítios porque é a "hora" da amamentação... estava lindo, estava... E não se "resolvia" uma vida... fazer compras com um baby é coisa que é mesmo fácil é, ou a praia é um sítio excelente para um bebé passar horas, é!!
      enfim...

      Eliminar

Lilypie Premature Baby tickers